한국어 English 日本語 中文简体 Deutsch Español हिन्दी Tiếng Việt Русский LoginCadastre-se

Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

É proibido copiar e distribuir os sermões em texto. Por favor, guarde o que compreendeu através dos sermões no seu coração e espalhe-o pela fragrância de Sião.

Uma preciosa pedra angular em Sião


As pessoas pensam que Deus virá com uma glória inimaginável quando aparecer nesta terra. Mas, a Bíblia profetiza que quando Deus vier a esta terra, aparecerá em uma forma humilde, os homens não o reconhecerão, e que ele será laço e armadilha para eles.

Então, como podemos reconhecer Deus que aparece em uma forma contrária aos pensamentos dos homens? Verificando a história da Bíblia, vamos ter um tempo para entender a vontade de Deus para conosco.


Deus que vem em segredo


Na época da dinastia Choson da Coreia, havia um sistema para enviar um agente secreto do rei por várias regiões do seu reino. Seguindo as ordens secretas do rei, o agente secreto observava como as pessoas viviam, escutava o que elas diziam e inspecionava os oficiais regionais, com o fim de detectar se eles faziam fielmente a vontade do rei ou se oprimiam o povo e se o exploravam ou não. Para isso, o agente secreto do rei se vestia com um chapéu enrugado, roupa suja e esfarrapada, e sapatos rasgados, ocultando sua identidade. Considerando sua posição muito alta, embora ele podendo visitar em uma carruagem muito esplêndida sob a proteção dos seus guardas, ele não o fez assim. Se ele o fizesse revelando sua identidade, os oficiais poderiam descobrir quem ele era e agiriam com hipocrisia, fazendo com que fosse muito difícil para ele saber a realidade da vida do povo.

Por igual razão Deus apareceu nesta terra em semelhança humana como nós, e não com a esplêndida glória e poder do céu. Há muito tempo, quando Deus falou no monte Sinai, os israelitas tremeram de medo e pediram a Moisés que se comunicasse com Deus em favor deles. Se o Deus Todo-Poderoso viesse com sua glória visível, quem na terra não obedeceria a ele? Quem não acreditaria nele e quem ousaria golpeá-lo com os punhos e crucificá-lo?

Deus veio a esta terra com um aspecto um pouco menor que o dos anjos, escondendo todo o seu poder e a sua glória, a fim de selecionar o seu povo verdadeiro. Este é o plano de Deus. Se fossem os verdadeiros crentes, deveriam dar ouvidos às profecias da Bíblia, compreendendo esta vontade de Deus.

Is. 8:13-15 『Ao SENHOR dos Exércitos, a ele santificai; seja ele o vosso temor, seja ele o vosso espanto. Ele vos será santuário; mas será pedra de tropeço e rocha de ofensa às duas casas de Israel, laço e armadilha aos moradores de Jerusalém. Muitos dentre eles tropeçarão e cairão, serão quebrantados, enlaçados e presos.』

O profeta Isaías profetizou às casas de Israel e aos moradores de Jerusalém, ou seja, aos crentes em Deus, que ele seria pedra de tropeço, rocha de ofensa, laço e armadilha a eles. Isto significa que os que dizem crer em Deus não poderão reconhecer Deus que vem a esta terra, se eles não tiverem verdadeira fé nele.

Todos nós devemos receber Deus, reconhecendo corretamente em que forma ele aparecerá. Os que recebem Deus, sem se importar como ele vem, poderão entrar no reino dos céus.

Is. 28:16 『Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada; aquele que crer não foge.』

1Pe. 2:4-8 『Chegando-vos para ele, a pedra que vive, rejeitada, sim, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, também vós mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual … Pois isso está na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será, de modo algum, envergonhado. Para vós outros, portanto, os que credes, é a preciosidade; mas, para os descrentes, A pedra que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular e: Pedra de tropeço e rocha de ofensa. São estes os que tropeçam na palavra, sendo desobedientes, para o que também foram postos.』

A pedra em Sião se refere a Jesus Cristo. Dois mil anos atrás, Jesus Cristo que apareceu sem nenhuma beleza que agradasse foi uma pedra de tropeço para muitas pessoas.

A Bíblia já havia profetizado que Jesus nasceria como um filho através de uma virgem, em Belém. Porém, muitas pessoas não puderam reconhecê-lo, embora viesse de acordo com as profecias. Devido ao fato de não o reconhecerem, tropeçaram nele, e não hesitaram em desprezá-lo e golpeá-lo com seus punhos. Além disso, agiram de maneira arrogante e blasfemaram contra Deus.


A geração que não recebeu o Cristo


Não só os fariseus e escribas duvidaram de Jesus, mas também nem seus parentes compreendiam o que ele estava fazendo.

Mc. 3:20-21 『Então, ele foi para casa. Não obstante, a multidão afluiu de novo, de tal modo que nem podiam comer. E, quando os parentes de Jesus ouviram isto, saíram para o prender; porque diziam: Está fora de si.』

Mt. 13:53-57 『Tendo Jesus proferido estas parábolas, retirou-se dali. E, chegando à sua terra, ensinava-os na sinagoga, de tal sorte que se maravilhavam e diziam: Donde lhe vêm esta sabedoria e estes poderes miraculosos? Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas? Não vivem entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto? E escandalizavam-se nele.』

O fato de que os parentes de Jesus saíram para prendê-lo fez com que as pessoas se opusessem a ele, acusando-o muito mais e argumentando que se nem seus parentes acreditavam nele, era impossível que fosse o Salvador.

Jo. 10:26-33 『Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas … Eu e o Pai somos um. Novamente, pegaram os judeus em pedras para lhe atirar. Disse-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas da parte do Pai; por qual delas me apedrejais? Responderam-lhe os judeus: Não é por obra boa que te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.』

Mesmo que o próprio Deus testificou que ele era Deus, os homens queriam apedrejá-lo, pensando que era uma blasfêmia. Aos olhos deles, Jesus não foi visto como Deus. Não podiam crer que ele era Deus, porque para eles era simplesmente o filho de um carpinteiro.

Esta história é uma lição para nós que vivemos hoje (Rm. 15:4). Nós, que devemos receber o salvador da época do Espírito Santo, precisamos saber por que estão escritas na Bíblia estas coisas que aconteceram há dois mil anos, para não cometermos o mesmo erro deles.


Bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço


Visto do ponto de vista humano, não era fácil crer em Jesus como o Salvador. Quando os servos do sumo sacerdote vieram prender Jesus, ele foi capturado sem fazer nada; foi açoitado pelos soldados romanos, mas não pronunciou nenhuma palavra. Se Jesus tivesse devolvido em forma muito espantosa um castigo aos seus adversários, eles poderiam tê-lo recebido como o Poderoso Deus. Não obstante, ele guardou silêncio até à sua crucificação, e foi visto como um homem comum e trivial diante dos olhos dos que não acreditavam nas palavras da profecia.

A Bíblia testifica que Jesus cumpriu todas as profecias até ao mo mento da sua morte na cruz. Porém, os que não acreditavam 100% nas profecias da Bíblia, logo duvidaram e caíram, apesar de terem acreditado uma vez em Jesus.

Mt. 11:1-6 『… Quando João ouviu, no cárcere, falar das obras de Cristo, mandou por seus discípulos perguntar-lhe: És tu aquele que estava para vir ou havemos de esperar outro? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Ide e anunciai a João o que estais ouvindo e vendo: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres está sendo pregado o evangelho. E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço.』

A Bíblia diz que é bem-aventurado quem reconhece corretamente e compreende Cristo. De acordo com esta palavra, Pedro foi abençoado, e Jesus elogiou muito a fé de Maria Madalena e do centurião. Hoje em dia não é diferente daqueles dias. Só os que não acham tropeço em Deus Elohim que veio como o Salvador nesta época, poderão receber a bênção da vida eterna a ser permitida em Sião.

A porta que conduz para a perdição é larga e espaçosa, mas a porta que conduz para a vida é pequena e estreita (Mt. 7:13). Agora estamos andando pelo caminho que nos conduz à vida, crendo no Pai e na Mãe celestiais em quem nem todos os homens do mundo creem. De verdade, todos nós somos bem-aventurados!


O sinal de Deus, as palavras da vida eterna


Enquanto muitas pessoas duvidavam de Jesus e o difamavam, os apóstolos como Pedro consideravam-no um tesouro, uma pedra preciosa em Sião. Vamos verificar como os discípulos puderam crer em Jesus até o final, enquanto os líderes religiosos daquela época não puderam crer nele.

Jo. 6:62-69 『Que será, pois, se virdes o Filho do Homem subir para o lugar onde primeiro estava? O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida … À vista disso, muitos dos seus discípulos o abandonaram e já não andavam com ele. Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura, quereis também vós outros retirar-vos? Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.』

A vida eterna pertence somente a Deus. Os apóstolos creram que Jesus era Deus, escutando as palavras da vida eterna que ele pregava.

1Jo. 5:9-12 『Se admitimos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior; ora, este é o testemunho de Deus, que ele dá acerca do seu Filho. Aquele que crê no Filho de Deus tem, em si, o testemunho. Aquele que não dá crédito a Deus o faz mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus dá acerca do seu Filho. E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está no seu Filho. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida.』

1Jo. 5:18-20 『Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive em pecado; antes, Aquele que nasceu de Deus o guarda, e o Maligno não lhe toca. Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno. Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.』

A vida eterna é um laço importante que conecta Deus com seu povo. Não devemos omitir este ponto ao estudar a Bíblia. O propósito de estudar a Bíblia é ter a vida eterna. Quando buscamos a vida eterna, podemos nos encontrar com Deus, que é a realidade da vida eterna (Ref. Jo. 5:39-40).

A razão por que os discípulos puderam crer que Jesus era Deus e segui-lo até o final é por causa da verdade da vida eterna que Jesus Cristo pregou. Maria Madalena e o centurião também descobriram através das palavras da vida eterna a natureza divina de Deus escondida em Jesus, e o trataram com a fé nele. Embora ele tivesse se humilhado vindo a esta terra em carne, eles viram o sinal que só Deus tem, e assim puderam crer absolutamente que Jesus era o Criador que criou os céus e a terra.


Deus é uma preciosa pedra angular para os que creem nele


Deus revela cada vez mais seu poder e mostra evidências convincentes aos que compreendem sua natureza divina e creem nele. Porém, aos que duvidam dele e o insultam, ele mostra só coisas que os deixam duvidosos, para que não possam crer nele. Devemos entender este plano de Deus e perceber por que ele veio a esta terra como uma pedra para provar as pessoas.

Hoje em dia, os Elohim que são o Espírito e a Noiva vieram a esta terra segundo as profecias da Bíblia, sendo uma pedra de tropeço para os que não creem, mas a pedra preciosa de esquina para os que creem. Mesmo que as pessoas não creiam, tropecem e caiam, nós, os filhos de Sião, devemos receber nosso Pai e nossa Mãe celestiais que vieram a esta terra para nos salvar com seu grande amor e com uma história dolorosa.

Por favor, pensemos na graça e no plano de Deus Elohim para a nossa salvação! Desejo que todos nós sejamos filhos de Deus que podem gritar fortemente ao mundo inteiro: “Recebam Deus, que habita em Sião”.