Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Sete Festas de Três Tempos

A Festa das Semanas que é chamada de “Pentecostes” no Novo Testamento, se celebra no 50º dia a contar do dia (a Festa das Primícias) em que um molho das primícias era levado como oferta movida a Jeová.

A razão por que esta festa é chamada de a Festa das Semanas é que existem sete sábados entre a Festa das Primícias e o Dia de Pentecostes (Lv. 23:15-16). A Igreja de Deus, estabelecida pelo segundo Cristo Ahnsahnghong, é a única no mundo que recorda o Pentecostes para guardá-lo sagradamente. Somente Deus pode restaurar as festas que foram abolidas durante a Idade das Trevas.

Por isso, se não recebermos Cristo Ahnsahnghong, quem veio para restaurar as sete festas de três tempos conforme as profecias da Bíblia, não poderemos conhecer as festas de Deus nem celebrá-las.


Sua origem

Moisés subiu ao monte Sinai pela primeira vez no 40º dia a contar do dia em que atravessou o Mar Vermelho. Ele, recebendo ali todas as instruções de Deus, desceu do monte e declarou ao povo a vontade de Deus. Desde então, dez dias depois, no 50º dia a partir da saída do Mar Vermelho, subiu novamente ao monte Sinai para receber os dez mandamentos. Deus mandou os israelitas comemorarem esse dia, para que eles não esquecessem o dia em que subiu ao monte Sinai para receber os dez mandamentos. Desse dia se originou a Festa das Semanas (Êx. 24:1-18).


Sua profecia e seu cumprimento

A Festa das Semanas, isto é, o Dia de Pentecostes, foi o dia em que foi derramado o Espírito Santo, o qual foi a força propulsora do desenvolvimento do evangelho na igreja primitiva (At. 2:1-47).

Mas, por causa da secularização da igreja, o fogo ardente do Espírito Santo se esfriou e finalmente se retirou. Isto já estava previsto na profecia da festa: Quando Moisés desceu do monte depois de ter recebido as tábuas dos dez mandamentos, se enfureceu vendo o povo adorar o bezerro de ouro, e jogou as tábuas e as quebrou no pé do monte. Esta era uma profecia que mostrava que o Espírito Santo, que foi dado aos apóstolos no Dia de Pentecostes, se retiraria por causa da corrupção e da secularização da igreja.