한국어 English 日本語 中文 Deutsch Español हिन्दी Tiếng Việt Русский LoginCadastre-se

Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Sete Festas de Três Tempos

A Festa das Trombetas é o início do tempo para ajuntar os grãos da colheita de outono. Os israelitas abriam uma santa convocação para guardar sagradamente esta festa no primeiro dia do sétimo mês do calendário sagrado, a fim de preparar o Dia da Expiação (Lv. 23:24).

A Igreja de Deus celebra a Festa das Trompetas em outono, de acordo com os ensinamentos de Cristo Ahnsahnghong, e prega com força o segundo Cristo Ahnsahnghong e as festas de Deus, tocando as trombetas do evangelho.


Sua origem

Deus mandou os israelitas comemorarem anualmente o Dia da Expiação, o dia em que Moisés recebeu pela segunda vez os dez mandamentos e desceu do monte, para que pudessem lembrar esse dia e se arrepender profundamente dos seus pecados. Em verdade eles prepararam o Dia da Expiação em espírito, tocando as trombetas dez dias antes da festa, arrependendo-se dos pecados cometidos durante um ano e evitando todas as coisas imundas.


Sua cerimônia

Esta festa se comemorava tocando as trombetas e oferecendo a oferta queimada a Deus.

Lv. 23:23-25 『Disse mais o SENHOR a Moisés: Fala aos filhos de Israel, dizendo: No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso solene, memorial, com sonidos de trombetas, santa convocação. Nenhuma obra servil fareis, mas trareis oferta queimada ao SENHOR.』


Sua profecia e seu cumprimento

Tudo escrito no Antigo Testamento era uma sombra das coisas vindouras. Esta festa era também para mostrar como uma sombra que haveria um movimento para a segunda vinda de Jesus organizado por William Miller desde 1834 até 1844. Os dez dias entre a Festa das Trombetas e o Dia da Expiação representam profeticamente dez anos (Ez. 4:6). Este movimento de dez anos cumpriu a profecia da Festa das Trombetas para preparar o Dia da Expiação, porque o dia em que Jesus entrou de novo no Santo dos Santos do céu, foi o dia 22 de outubro de 1844, que é o décimo dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado. Assim deste modo, as profecias das sete festas de três tempos hão de ser cumpridas sem falta.

Assim como o povo tocava fortemente as trombetas durante a Festa das Trombetas, também houve um movimento para a segunda vinda de Jesus com uma forte e grande proclamação de pregação como fortes toques de trombetas. E, chegando o fim do prazo profetizado desta festa, a partir do primeiro dia do sétimo mês de 1844 segundo o calendário sagrado, pois todos os irmãos e irmãs oraram tendo um só coração e ansiedade a Deus, Jesus lhes respondeu e entrou no Santo dos Santos do céu no dia 22 de outubro de 1844, isto é, no décimo dia do sétimo mês do calendário sagrado que é o Dia da Expiação.

Nesse tempo, o movimento para a segunda vinda de Jesus orientado por William Miller foi para cumprir a vontade de Deus. Assim Deus faz com que a sua vontade seja cumprida de uma maneira inesperada, quando nós não cumprimos a sua vontade por não conhecê-la. Está escrito:

Lc. 19:37-40 『Mas ele lhes respondeu: Asseguro-vos que, se eles se calarem, as próprias pedras clamarão.』

Eles marcharam este movimento involuntariamente, mas o resultado era o cumprimento da Festa das Trombetas. Quando todos guardarmos unanimemente a Festa das Trombetas e orarmos com sinceridade a Deus durante dez dias até o Dia da Expiação, nossas orações, como a fumaça de incenso, subirão a Deus (Ap. 8:3-4). E Deus responderá nossas orações e nos derramará abundantes bênçãos.