Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Verdades Fundamentais

A Igreja de Deus, que recebeu o segundo Cristo Ahnsahnghong, guarda o sábado que é o sétimo dia, o dia de repouso, de acordo com a Bíblia. No sétimo dia, dia de repouso, Deus descansou da criação dos céus e a terra.

Porém, a maioria dos cristãos está equivocada, crendo que o dia de repouso do sétimo dia é o domingo, apesar de que a Bíblia testifica que o dia de repouso é o sábado. Além disso, muitos cristãos não guardam o dia de repouso pelos seus costumes, mesmo entendendo que o dia de repouso é realmente o sábado.

A Bíblia nos adverte para que não acrescentemos nem tiremos um "i" ou um "til" da Bíblia.

Ap. 22:18-19 『Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das coisas que se acham escritas neste livro.』


O dia de comemoração do Deus Criador

O dia de repouso é “um dia comemorativo do Criador, que fez os céus e a terra”, e é também um “dia de descanso”. Deus criou os céus e a terra em seis dias e repousou no sétimo dia de toda a sua obra, e abençoou este dia.

Gn. 2:1-3 『Assim, pois, foram acabados os céus e a terra e todo o seu exército. E, havendo Deus terminado no dia sétimo a sua obra, que fizera, descansou nesse dia de toda a sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador, fizera.』

Na época de Moisés, Deus mandou ao seu povo no quarto mandamento, “Lembra-te do dia de sábado, para o santificar”. Deus explicou o propósito de guardar o dia de repouso, dizendo: “Porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.” (Ex 20:11). O sétimo dia é o dia que Deus abençoou, e que deu a seu povo para comemorar sua autoridade. O povo de Deus, que adorava o Criador, guardou o dia de repouso como um dia santo. Deus deu a seu povo o dia de repouso como um sinal para reconhecê-lo como seu povo (Ez 20:11-17, Is 56:1-7).

O dia de repouso deve ser um dia de adoração para oferecer sacrifícios a Deus, ao invés de ser simplesmente um dia de descanso. Deus abençoou os que guardaram o dia de repouso e castigou duramente com desastres aos que não o guardaram.

Jr. 17:24-27 『Se, deveras, me ouvirdes, diz o SENHOR (...) e santificardes o dia de sábado, não fazendo nele obra alguma, (...) esta cidade será para sempre habitada (...) Mas, se não me ouvirdes, e, por isso, não santificardes o dia de sábado, e carregardes alguma carga, quando entrardes pelas portas de Jerusalém no dia de sábado, então, acenderei fogo nas suas portas, o qual consumirá os palácios de Jerusalém e não se apagará.』


O dia de repouso é o sábado

Hoje em dia, nos referimos aos dias da semana como “domingo, segunda, terça”, e já não utilizamos a expressão “o primeiro dia, o segundo dia, o terceiro dia”. Nosso sistema atual se desenvolveu em Roma, aonde as pessoas decidiram chamar o primeiro dia da semana “domingo”, o segundo, “segunda”, o terceiro, “terça”, e o sétimo, “sábado”.

1) Um calendário tem sete dias; o primeiro dia é o domingo e o sábado é o sétimo dia.

2) Pense na expressão “fim de semana”. Qual dia indica o “fim” da “semana”?

3) Também no dicionário, o domingo se define como “o primeiro dia da semana”, enquanto que o sábado é o “sétimo dia da semana”.

4) A Bíblia também testifica que o sétimo dia, o dia de repouso, é o sábado.

Mc. 16:9 『Havendo ele ressuscitado de manhã cedo no primeiro dia da semana, (…)』

Jesus ressuscitou no primeiro dia da semana. Ninguém discute o fato de que Jesus ressuscitou no domingo, “primeiro dia da semana”, pelo qual também todos os cristãos celebraram hoje o dia de ressurreição no domingo. Na versão “Nova Tradução da Linguagem de Hoje”, o mesmo versículo diz: “Jesus ressuscitou no domingo bem cedo (...)”

Se o primeiro dia da semana é o domingo, qual é o sétimo dia? Por meio da Bíblia podemos confirmar que o dia de repouso é o sábado.


Jesus e seus apóstolos guardaram o dia de repouso

O Antigo Testamento é uma sombra, uma cópia do Novo Testamento. Por ele, a lei do Antigo Testamento era uma sombra dos bens vindouros da época do Novo Testamento (Hb 10:1). O dia de repouso do Antigo Testamento era chamado “o dia do SENHOR” (Ex 31:13, Ez 20:12), enquanto que o dia de repouso do Novo Testamento é chamado “ o dia de repouso de Jesus” (Mt 12:8, Lc 6:5)

O dia de repouso, segundo a lei do Antigo Testamento, era somente uma figura. O dia de repouso da nova aliança, guardada em Cristo, é sua realidade. Na época do Novo Testamento, os apóstolos guardaram o dia de repouso adorando a Deus em espírito e em verdade, seguindo o exemplo de Cristo. Jesus guardou o dia de repouso conforme seu costume.

Lc. 4:16 『Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.』

Na época do Novo Testamento, o dia de repouso é considerado como “o dia do Senhor [Jesus]”. Pois o verdadeiro Senhor do dia de repouso é Jesus Cristo. “Porque o Filho do Homem é Senhor do sábado” (Mt 12:8, Lc 6:5). Os apóstolos guardaram o dia de repouso como o dia do Senhor [de Jesus].

Ap. 1:10 『Achei-me em espírito, no dia do Senhor, e ouvi, por detrás de mim, grande voz, como de trombeta,』

Quando a época do Antigo Testamento deu lugar a época do Novo Testamento mudou a maneira em que o povo de Deus guardava o dia de repouso. Contudo, o dia em que o dia de repouso deveria ser comemorado nunca mudou. (na época do Antigo Testamento o povo de Deus oferecia ofertas queimadas, e não podiam acender nenhuma chama de fogo em suas casas, enquanto que no Novo Testamento o povo adora a Deus em espírito e em verdade). O dia não pode ser mudado, porque foi no sétimo dia que Deus repousou de toda sua obra da criação. Os apóstolos guardaram o dia de repouso conforme o seu costume, usando como base as escrituras.

At. 17:2 『Paulo, segundo o seu costume, foi procurá-los e, por três sábados, arrazoou com eles acerca das Escrituras,』

At. 20:6-7 『Depois dos dias dos pães asmos, navegamos de Filipos e, em cinco dias, fomos ter com eles naquele porto, onde passamos uma semana. No primeiro dia da semana, estando nós reunidos com o fim de partir o pão, Paulo, que devia seguir viagem no dia imediato, exortava-os e prolongou o discurso até à meia-noite.』

Como está escrito nos versículos anteriores, os apóstolos guardaram o dia de repouso.

As escrituras provam que o dia de repouso do sétimos dia, é o sábado, o dia de Jesus, que foi guardado até a época apostólica. Então, por que tantos cristãos de hoje em dia guardam o culto de domingo (o primeiro dia), e não o dia de repouso? De acordo com a história, o culto dominical se originou do culto pagão ao deus sol. Os romanos adoravam ao deus sol no primeiro dia (domingo), o qual proclamavam “o dia do sol”, inclusive antes do nascimento de Jesus.


O dia de repouso foi mudado para o domingo

Depois da morte dos apóstolos, o cristianismo se difundiu para as regiões do ocidente, incluindo Roma. O evangelho foi pregado aos adoradores do deus sol, e no século IV, até o imperador romano havia escutado a mensagem de Cristo. O imperador era líder dos adoradores do deus sol, e quando se converteu ao cristianismo, muitos adoradores do deus sol começaram a frequentar a igreja. Com o passar do tempo, a fé dos cristãos foi enfraquecendo, até que chegaram a aceitar os costumes dos adoradores do deus sol. Durante esta mudança, começaram a descansar e render culto no primeiro dia da semana (domingo). Em 321 d.C., o imperador romano Constantino, decretou um édito:

“Que todos os juízes, cidadãos e artesãos, descansem no venerável dia do Sol.”

Alguns argumentam que a abolição do dia de repouso forçou a muitos a se converter ao cristianismo, mas não devemos esquecer que mudar os mandamentos de Deus é uma armadilha de Satanás. O diabo está contra Deus, e historicamente sempre tem assediado o povo de Deus de diversas maneiras.

Ele tratou de destruir a Igreja de Deus com sua severa perseguição. Mas ao analisar cuidadosamente a história, vemos que quanto mais era perseguido o povo de Deus, mais confiavam nele. Contudo, quando Satanás mudou seus métodos de perseguição e louvou a igreja, tentou aos cristãos para mudar sua fé como a dos romanos. Devolveram-lhes os bens que haviam sido confiscados, os ministros foram isentos do serviço militar, e a igreja também recebeu o direito de emancipar os escravos. Através de todas estas mudanças externamente positivas para a igreja, os cristãos ingenuamente caíram na conspiração de Satanás e se ajoelharam diante dele. Voltaram suas costas para Deus como um urso ignorante que se concentra somente no doce com o que lhe tentam e não compreende que lhe roubam sua vesícula biliar.

Deus disse claramente que somente o que faz a vontade de Deus pode entrar no reino dos céus (Mt 7:21-23). Que dia devemos adorar a Deus para lhe agradar, o domingo, que a maioria guarda, ou o dia de repouso, o sábado, que Deus mandou o seu povo guardar? Não é necessário responder isto, pois o dia de repouso é claramente o sábado.


A Igreja de Deus estabelecida por Deus

A Igreja de Deus, estabelecida por Deus, não segue as regras dos homens, mas sim somente as leis de Deus. Eles reconhecem que ninguém pode dar a salvação exceto Deus, o Criador dos céus e da terra. Jesus revelou que os que seguem as leis dos homens não poderão ser salvos.

Mc. 7:6-9 『[Jesus] Respondeu-lhes: Bem profetizou Isaías a respeito de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. (...) E disse-lhes ainda: Jeitosamente rejeitais o preceito de Deus para guardardes a vossa própria tradição.』

A Igreja de Deus foi estabelecida sobre o fundamento dos apóstolos que seguiram os ensinamentos de Jesus Cristo, e não tem mudado desde seu início. A igreja verdadeira segue as leis que Jesus e os apóstolos guardaram.

Não são importantes quantos membros tenha uma igreja, porque se a igreja tem doutrinas diferentes das de Jesus Cristo, não pode originar-se dele. Nós guardamos o dia de repouso, a comemoração do Criador, mas não guardamos a lei do Antigo Testamento, e sim seguimos a lei da nova aliança que Jesus e os apóstolos obedeceram.

Os santos que serão salvos no último dia, no dia do juízo de Deus, são os que seguem os passos de Cristo. O dia de repouso, um dos passos de Cristo, é o precioso mandamento de Deus.