Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Verdades Fundamentais

Todo homem que nasce nesta terra deve morrer uma vez. Por que o homem não pode viver para sempre e se tornou o escravo da morte, seguindo o caminho da vida temporária? A Bíblia ensina que tudo isso é o fruto do pecado.

Não podemos seguir com nossos pecados pelo caminho da vida. Para alcançar a vida eterna, nossos pecados devem ser erradicados. Para isso, Deus nos deu sua graça, a lei do batismo como o primeiro passo para a salvação, pela qual nossos pecados são erradicados e perdoados.

Por esta razão, a Igreja de Deus realiza o batismo, de acordo com os ensinamentos do segundo Cristo Ahnsahnghong.


A origem do batismo

Deus prometeu enviar o profeta Elias para preparar o seu caminho antes da sua vinda à terra como o Messias. A missão de Elias não consiste apenas em testificar o Messias, mas também em endireitar o caminho pelo qual o Messias deve seguir.

Is. 40:3 『Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.』

João Batista que tinha sido enviado pela missão de Elias testificou em alta voz as notícias de arrependimento aos israelitas que não praticavam a verdade de Deus, presos e atados em uma fé superficial e hipócrita.

Mt. 3:7-9 『Vendo ele, porém, que muitos fariseus e saduceus vinham ao batismo, disse-lhes: Raça de víboras, quem vos induziu a fugir da ira vindoura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.』

Mc. 1:4-5 『Apareceu João Batista no deserto, pregando batismo de arrependimento para remissão de pecados. Saíam a ter com ele toda a província da Judeia e todos os habitantes de Jerusalém; e, confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.』

João Batista não ministrava o batismo segundo seu próprio pensamento, mas sim segundo o estatuto de Deus que o tinha enviado. Deus instituiu o princípio do perdão dos pecados através do batismo, o qual foi um dos estatutos justo que Deus estabeleceu para a nossa salvação (Ref. Jo. 1:33). Por esta razão, Jesus nos deu o exemplo ao ter sido batizado por João Batista, para fazer do batismo um estatuto sagrado.

Mt. 3:14-15 『Ele, porém, o dissuadia, dizendo: Eu é que preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim? Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por enquanto, porque, assim, nos convém cumprir toda a justiça.』

Mt. 21:32 『Porque João veio a vós outros no caminho da justiça, e não acreditastes nele.』

O batismo ministrado pelo ensinamento da justiça não era apenas umestatuto para testificar Jesus Cristo, e sim um estatuto da Nova Aliança que Jesus mesmo nos ensinou ao nos dar o exemplo de receber o batismo através da água (Ref. Mt. 3:16).

Jo. 3:22-23 『Depois disto, foi Jesus com seus discípulos para a terra da Judeia; ali permaneceu com eles e batizava. Ora, João estava também batizando em Enom, perto de Salim, porque havia ali muitas águas, e para lá concorria o povo e era batizado.』


Quando devemos ser batizados?

O batismo que dá o perdão dos pecados é um passo para caminhar no meio da graça de Deus. É por isso que o batismo se compara com o nascimento de um bebê que sai do ventre materno. Como o nosso corpo sai do ventre e depois se torna um adulto maduro, aprendendo muitas coisas do mundo, uma a uma, assim também a nossa alma se livra dos pecados e das transgressões através do batismo para nascer de novo como filhos de Deus, e logo aprende a providência de Deus e os segredos do reino dos céus.

Ef. 1:7-9 『no qual temos a redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados, segundo a riqueza da sua graça, que Deus derramou abundantemente sobre nós em toda a sabedoria e prudência, desvendando-nos o mistério da sua vontade.』

Sem obter o perdão dos pecados, não é possível receber a sabedoria para reconhecer Deus. Portanto, é contra a vontade de Deus insistir que o batismo deve ser feito depois de conhecer a Deus. Se nós queremos crer em Deus, devemos ser batizados primeiro, e depois através da nossa vida de fé assemelhamo-nos a Deus.

A Bíblia contém alguns exemplos dos que participaram da justiça de Deus por terem recebido o batismo logo que reconheceram Jesus.

At. 8:27-38 『Eis que um etíope, eunuco, alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, o qual era superintendente de todo o seu tesouro, que viera adorar em Jerusalém, estava de volta e, assentado no seu carro, vinha lendo o profeta Isaías. Então, disse o Espírito a Filipe: Aproxima-te desse carro e acompanha-o. Correndo Filipe, ouviu-o ler o profeta Isaías e perguntou: Compreendes o que vens lendo? Ele respondeu: Como poderei entender, se alguém não me explicar? E convidou Filipe a subir e a sentar-se junto a ele … Então, Filipe explicou; e, começando por esta passagem da Escritura, anunciou-lhe a Jesus. Seguindo eles caminho fora, chegando a certo lugar onde havia água, disse o eunuco: Eis aqui água; que impede que seja eu batizado? [Filipe respondeu: É lícito, se crês de todo o coração. E, respondendo ele, disse: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus.] Então, mandou parar o carro, ambos desceram à água, e Filipe batizou o eunuco.』

Além disso, uma vendedora de púrpura que é chamada de Lídia, recebeu a pregação de Paulo e assim ela foi batizada imediatamente com toda a sua família (At. 16:13-15). E ainda mais, o carcereiro guardando a porta da cadeia onde Paulo e Silas estavam presos, reconheceu a Jesus e imediatamente foi batizado com toda a sua família. Daí então ele começou a crer em Jesus Cristo (At. 16:25-33). Julgando este fato, o batismo é o ponto de partida para crer em Deus, e significa o nascimento espiritual dos nossos espíritos como bebês. Portanto, a insistência em receber o batismo após ter entrado no nível da fé quase completa é errada e não é bíblica.


O batismo e o renascimento

Todos os homens estão destinados a morrer por causa do pecado. Por isso, não podemos escapar da morte sem ter nascido de novo. Pois o reino dos céus é um lugar onde não podemos entrar com nosso corpo pecaminoso, para entrar no eterno reino dos céus, o nosso espírito deve nascer de novo por meio do batismo, embora o nosso corpo esteja perecendo na cadeia da morte.

Jo. 3:3-5 『A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus.』

Para vestir a graça do renascimento, o corpo pecaminoso deve pagar com a morte e depois deve nascer de novo. Para nos fazer compreender este renascimento por meio da morte do nosso corpo pecaminoso, Jesus morreu expiando nossos pecados com o derramamento do sangue na cruz e depois ressuscitou. Em outras palavras, assim como Jesus morreu na cruz, o nosso corpo pecaminoso também deve morrer fazendo o serviço fúnebre por meio do batismo. Assim como Jesus ressuscitou, também os que se limpam por meio do batismo tornam-se justos e renascem pela graça de Cristo.

1Pe. 3:21 『a qual, figurando o batismo, agora também vos salva, não sendo a remoção da imundícia da carne, mas a indagação de uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo.』

Rm. 6:3-11 『Ou, porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? Fomos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida … Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos … Assim também vós considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus.』

A cerimônia de lavar o corpo por meio do batismo não é apenas um ato superficial e de baixo nível, e sim um ritual para revivificar a nossa alma que se tornou suja pelo pecado.


O batismo e o livro da vida

Jesus disse: “Quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus”. Renascer significa “nascer duas vezes”. Em outras palavras, primeiro é o nascimento carnal e o segundo é o nascimento espiritual (Ref. Jo. 3:1-8). Quando alguém nasce neste mundo, seu nome deve ser registrado em um cartório, e da mesma forma, ao renascer do Espírito, o nome deve ser registrado no livro da vida do céu. Por esta razão, se uma pessoa é batizada, seu nome deve ser inscrito de imediato no livro da vida da igreja e também no livro da vida do céu.

Mt. 16:19 『Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus.』

Portanto, se o nome for inscrito no livro da vida da terra, também será inscrito no livro da vida do céu. O apóstolo Paulo disse:

1Co. 4:15 『Pois eu, pelo evangelho, vos gerei em Cristo Jesus.』

Fp. 3:20 『Pois a nossa pátria está nos céus.』

Fp. 4:3 『A ti, fiel companheiro de jugo, também peço que as auxilies, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, também com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida.』

Jesus também disse:

Lc. 10:20 『Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus.』

Sl. 69:27-28 『Soma-lhes iniquidade à iniquidade, e não gozem da tua absolvição. Sejam riscados do Livro dos Vivos e não tenham registro com os justos.』

Portanto, mesmo dizendo crer em Deus com zelo, se nossos nomes não forem inscritos no livro da vida do céu, não poderemos entrar no reino dos céus. Como está escrito:

Ap. 20:15 『E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.』

Ap. 21:27 『Nela, nunca jamais penetrará coisa alguma contaminada, nem o que pratica abominação e mentira, mas somente os inscritos no Livro da Vida do Cordeiro.』

Is. 4:3-4 『Será que os restantes de Sião e os que ficarem em Jerusalém serão chamados santos; todos os que estão inscritos em Jerusalém, para a vida, quando o Senhor lavar a imundícia das filhas de Sião e limpar Jerusalém da culpa do sangue do meio dela, com o Espírito de justiça e com o Espírito purificador.』

Dn. 12:1 『Nesse tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, será salvo o teu povo, todo aquele que for achado inscrito no livro.』

Davi, porém, o autor de Salmos, escreveu:

Sl. 69:27-28 『Soma-lhes iniquidade à iniquidade, e não gozem da tua absolvição. Sejam riscados do Livro dos Vivos e não tenham registro com os justos.』

Portanto, embora o nome fosse escrito no livro da vida, esse nome poderia ser apagado ao cometer um pecado imperdoável.

Ap. 3:5-6 『O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.』

O propósito de receber o batismo está em obter o perdão dos pecados e a ressurreição com uma nova vida assim como Jesus ressuscitou, de maneira que o nosso nome seja escrito no livro da vida do céu. Sem receber o batismo, não é possível celebrar a Páscoa. Sem celebrar a Páscoa, nossos nomes não podem ser escritos no livro da vida. Nós, por celebrarmos a Páscoa, podemos entrar no eterno reino dos céus escapando dos desastres.