한국어 English 日本語 中文 Deutsch Español हिन्दी Tiếng Việt Русский LoginCadastre-se

Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Na Coreia

A Santa Convocação da Festa dos Tabernáculos 2018

  • Nação | Coreia do Sul
  • Data | Setembro 24, 2018
ⓒ 2018 WATV
No dia 24 de setembro (o dia quinze do sétimo mês segundo o calendário sagrado), a Santa Convocação da Festa dos Tabernáculos, que é a última das sete festas de três tempos, se realizou simultaneamente nas Igrejas de Deus em todo o mundo. Os membros que foram purificados através do Dia da Expiação, guardaram a Festa dos Tabernáculos com alegria e emoção esperando que o Espírito Santo da chuva serôdia fosse derramado sobre suas almas abundantemente.

A Santa Convocação da Festa dos Tabernáculos: a alegre festa de reunir os materiais para o templo celestial
“Acharam escrito na Lei que o SENHOR ordenara por intermédio de Moisés que os filhos de Israel habitassem em cabanas, durante a festa do sétimo mês; [...] Toda a congregação dos que tinham voltado do cativeiro fez cabanas e nelas habitou; porque nunca fizeram assim os filhos de Israel, desde os dias de Josué, filho de Num, até àquele dia; e houve mui grande alegria” (Ne. 8:14-17).

Como chegaram as festas de alegria, a Mãe deu graças ao Pai que nos deu o perdão de pecados no Dia da Expiação e nos prometeu o Espírito Santo da chuva serôdia através da Festa dos Tabernáculos. E orou para que todos nos vistamos de Cristo e estejamos despertados com piedade, cumprindo a missão dos obreiros da Nova Aliança sob a graça do Espírito Santo.

No tempo do Êxodo, Moisés, quem recebeu os dez mandamentos pela segunda vez e desceu do monte Sinai no décimo dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado (o Dia da Expiação), declarou a vontade de Deus de construir o tabernáculo. Os israelitas, que se comoveram pela graça de Deus, quem perdoou seus pecados, trouxeram muitos materiais para o tabernáculo durante sete dias desde o dia quinze do sétimo mês segundo o calendário sagrado. A festa para comemorar esta história é a Festa dos Tabernáculos, e nos tempos do Novo Testamento, esta festa se cumpre com a Assembleia de Pregação que consiste em reunir o povo de Deus que é representado como os ramos e os materiais do templo.

ⓒ 2018 WATV

O Pastor Geral Kim Joo-cheol explicou: “Assim como na história em que o povo reunia os materiais para o tabernáculo no tempo de Moisés, Deus nos concede a Assembleia de Pregação da Festa dos Tabernáculos para trazer os filhos de Deus que são representados como os materiais do templo celestial”. E também enfatizou: “Deus nos mandou pregar o evangelho em Samaria e até os confins da terra. Esta obra não pode ser feita com o poder humano, mas apenas com o poder do Espírito Santo. Armados com o grande poder de Deus, guiemos sete bilhões de pessoas ao caminho da salvação” (Lv. 23:33-43, Êx. 35:4-25, Jr. 5:14, Ap. 3:12, Mt. 28:18-20).

Começando desde a Festa dos Tabernáculos, a Assembleia de Pregação continuou durante sete dias. Incluindo a Coreia onde Cristo Ahnsahnghong restaurou a Nova Aliança, os membros da Igreja de Deus em todo o mundo pregaram o evangelho da Nova Aliança aos seus familiares, amigos, colegas e vizinhos e seguiram os passos da profecia da Festa dos Tabernáculos.

O Último Dia da Festa dos Tabernáculos: Preguem o evangelho com coragem, crendo que a profecia se cumprirá sem falta
“No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem; [...]” (Jo. 7:37-39).

No dia 1º de outubro, o Último Dia da Festa dos Tabernáculos, no culto da manhã, o Pastor Geral Kim Joo-cheol disse: “A condição para receber o Espírito Santo nesta época não é crer apenas em Deus Pai, mas também conhecer e crer na Mãe Jerusalém, que é a Noiva do Espírito e a realidade do Santo dos Santos. Assim como há dois mil anos os apóstolos creram e seguiram Jesus que disse: “Recebam o Espírito Santo”, e realizaram uma grande obra na pregação do evangelho inclusive na Europa, nós também podemos nos unir a maravilhosa obra de vivificar a humanidade quando seguirmos o Pai e a Mãe, que dizem: “Venham e tomem de graça a água da vida” (Ap. 22:17, Jo. 20:19-22, Ap. 21:9-16, Gl. 4:26, Ez. 47:1-12).

ⓒ 2018 WATV

Durante o culto da tarde, a Mãe nos fez compreender que o Espírito Santo da chuva serôdia prometido por meio da festa, foi concedido a todos os membros, e nos falou da missão dada aos que recebem o Espírito Santo. A Mãe se entristeceu ao escutar que os desastres, como terremotos e tufões, têm ocorrido em todas as partes do mundo. Mas nos deu uma lição, dizendo: “A missão que o Pai nos deu é salvar as almas que estão em dor e agonia por causa dos desastres. Obedecer às palavras de Deus é a verdade e o caminho até o reino dos céus”. A Mãe também adicionou: “Deus certamente cumpre o que disse e determinou. Já que com o único propósito de salvar seus filhos ele planejou a obra da redenção de milhares de anos e a cumpriu através do sacrifício de sua primeira e segunda vinda, nós também seguindo o ritmo da profecia devemos realizar o Movimento do Espírito Santo com entusiasmo para que toda a humanidade possa receber a vida e ser salva através da água da vida”.

Por último, citando o livro 『Visitantes do Mundo Angélico』, a Mãe disse: “Os filhos celestiais se vestirão com a roupa da glória, junto com os espíritos dos justos que se tornaram perfeitos. E viverão junto com Cristo no mundo angélico eternamente visitando cada mundo das estrelas”. A Mãe nos deu esperança do céu, e desejou ansiosamente que todos nós completemos a missão de pregar a sete bilhões de pessoas e que nos convertamos nos protagonistas da profecia (Is. 45:22-23, Is. 46:10-11, Lc. 12:54-56, Is. 60:1-15, Zc. 8:20-23, 1Tm. 4:16-17).
Vídeo de Apresentação da Igreja
CLOSE