한국어 English 日本語 中文 Deutsch Español हिन्दी Tiếng Việt Русский LoginCadastre-se

Login

Bem-vindo(a)!

Obrigado por visitar a página web da Igreja de Deus Sociedade Missionária Mundial.

Você pode fazer login para acessar a área exclusiva para os membros da página web.
Login
Usuário
Senha

Esqueceu-se da Senha? / Cadastre-se

Na Coreia

A Festa das Trombetas e o Dia da Expiação 2012

  • Nação | Coreia
  • Data | Setembro 25, 2012

Os israelitas que foram emancipados do Egito percorreram o caminho do deserto. Deus chamou Moisés ao monte Sinai para dar as leis necessárias ao povo. Depois de Moisés jejuar durante 40 dias, desceu do monte com os dez mandamentos que foram escritos pelo próprio Deus.

Por outro lado, os israelitas ao pé do monte pensavam que Moisés estava morto, ao ver que Moisés demorava muito para descer do monte. Então, vendo que precisavam de deuses que fossem adiante deles, fizeram um ídolo em forma de bezerro e o adoraram. Ao descer do monte Sinai, Moisés viu isto, lançou por terra as tábuas de pedra e as quebrou. Três mil pessoas morreram pela ira de Deus.

Os israelitas entristeceram-se profundamente pela sua conduta e se arrependeram diante de Deus com um coração sincero. Como resultado do arrependimento, Deus lhes concedeu novamente os dez mandamentos. O fato de Deus lhes dar os dez mandamentos pela segunda vez significava que Deus pela sua graça havia perdoado os pecados do povo.

No décimo dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado, Moisés desceu do monte Sinai com os dez mandamentos dados pela segunda vez. Deus estabeleceu esse dia como o Dia da Expiação no qual podiam ser perdoados os pecados que o povo havia cometido durante um ano, e ele mandou celebrar esse dia de geração em geração. E também Deus fez que tocassem a trombeta durante dez dias antes do Dia da Expiação, para que o povo não esquecesse os seus pecados e se arrependessem profundamente com um coração arrependido. Esse dia era o primeiro dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado, a Festa das Trombetas.


A Festa das Trombetas 2012

ⓒ 2012 WATV
ⓒ 2012 WATV
No dia 16 de setembro (o primeiro dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado), nas Igrejas de Deus do mundo inteiro celebrou-se a Festa das Trombetas, que é o início das festas de outono.

A Mãe agradeceu ao Pai por nos permitir guardar a tão esperada Festa de outono, que é a última das três festas, e orou para que toquemos a trombeta que chama o arrependimento do mundo inteiro a fim de que todos possam receber a expiação de Deus. E também suplicou ansiosamente para que os filhos confessassem todos os seus pecados que cometeram nos céus e na terra para poderem voltar ao reino dos céus dando o fruto do arrependimento com espíritos puros.

O significado mais essencial da Festa das Trombetas é o “arrependimento”. O Pastor Geral Kim Joo-cheol pregou que o mais necessário para um pecador, o mais urgente nesta época em que se aproxima o reino dos céus, e o propósito da vinda de Jesus, é o “arrependimento”. Além disso, explicou a parábola do filho pródigo (Lc. 15:11-24), dizendo: “Só quando nos arrependamos, poderemos voltar aos braços dos pais celestiais e ao reino dos céus, nossa pátria”. E continuou: “A pessoa que se arrepende completamente pode fazer que outras pessoas voltem ao caminho do arrependimento, e guiar eles ao Pai e à Mãe. Vamos a Samaria e até os confins da terra e preguemos o evangelho para guiar ao mundo inteiro ao arrependimento” (2Tm. 4:1-5).

Depois do culto, a Mãe disse: “Ofereçamos uma oração de arrependimento com todo o nosso coração e com seriedade, durante dez dias até o Dia da Expiação”, e abençoou os filhos do mundo inteiro para que ganhassem frutos se arrependendo o suficiente para estar de pé perante o Pai com uma aparência santa e divina.

Desde este dia, o dia da Festa das Trombetas até o Dia da Expiação, ofereceu-se o culto da Semana de Oração do Dia da Expiação, no qual confessamos os nossos pecados e defeitos do passado na madrugada e na noite. Meditando no significado da festa, os membros oraram com mais fervor e tiveram um momento para se arrependerem desde o profundo dos seus corações.


O Dia da Expiação 2012

ⓒ 2012 WATV
No dia 25 de setembro (o décimo dia do sétimo mês segundo o calendário sagrado), chegou o Dia da Expiação no qual se prometeu a graça da expiação. Os membros que ofereceram a oração do arrependimento com todos os seus corações durante dez dias, vieram a Sião com corações solenes.

A Mãe ofereceu a oração de gratidão ao Pai por ter estabelecido a festa solene para os filhos destinados ao castigo da morte devido aos seus graves pecados que cometeram no céu e na terra, e pediu-lhe que cheirasse o grato cheiro do arrependimento que os filhos ofereceram sinceramente com o coração afligido. Além disso, animou os filhos que ofereceram a oração de arrependimento tanto na madrugada como na noite, dizendo: “Neste dia, o Pai nos veste com santidade para guiar-nos, os pecadores, ao reino dos céus. Já que todos os nossos pecados são perdoados como ele prometeu, jamais repitamos os pecados e sim salvemos pelo menos uma alma com sinceridade, para que nos tornemos nos filhos de amor que dão alegria ao Pai”.

Com motivo do Dia da Expiação, o Pastor Geral Kim Joo-cheol pregou sobre a vontade de Deus e do seu santo sacrifício escondido na cerimônia do Dia da Expiação do Antigo Testamento.
No Antigo Testamento, quando os israelitas pecavam, ofereciam holocaustos no templo com ovelhas ou cabras como oferta de expiação. O Dia da Expiação era o dia em que o sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos, uma vez por ano, para fazer expiação. Nesse momento, lançava sortes sobre os dois bodes, um para oferta pelo pecado para Deus e o outro por Azazel que representa o diabo. O sumo sacerdote colocava sobre Azazel todos os pecados do povo, que o templo levava durante um ano, e o enviava ao deserto. Isto representa que Cristo, o templo, leva temporariamente os pecados que cometemos na vida cotidiana, e depois os leva à fonte do pecado, o diabo, segundo as regras desta festa (Lv. 16).

O lugar onde finalmente se cumpria a graça de expiação é o “Santo dos Santos”. O pastor Kim Joo-cheol disse: “O Santo dos Santos, no qual Cristo entrou uma vez para perdoar todos os seres humanos, representa a Mãe Jerusalém celestial”, e enfatizou: “Seguindo Cristo, devemos ir adiante da Mãe Jerusalém, a realidade do Santo dos Santos, para receber o completo perdão dos pecados” (Hb. 10:19-20, Hb. 6:17-20. Ap. 21:9-22. Gl. 4:26). E também pôs ênfase no ponto de que não devemos nos aproximar ao pecado e sim guiar as pessoas do mundo a Deus Elohim, pensando no Pai e na Mãe, que são a realidade da oferta de expiação no altar do holocausto a fim de pagar os pecados dos filhos sem evitar todo tipo de sofrimentos.

Os membros que se vestiram do novo espírito, tomaram a resolução de viver uma vida de arrependimento salvando almas, e desejaram que o caminho da glória se abrisse rápido a fim de que todas as pessoas do mundo possam vir à Mãe celestial e ao arrependimento.

ⓒ 2012 WATV





Vídeo de Apresentação da Igreja
CLOSE